quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Museu do Amanha Rio de Janeiro



O Museu do Amanhã localizado na Zona Portuária da Cidade do Rio de Janeiro é umas das obras mais incríveis da cidade , concebido pelo Arquiteto Espanhol  Santiago Calatrava, o projeto custou  aproximadamente 240 milhões de reais e faz parte do plano de revitalização da zona portuária do Rio. 
o Museu do amanhã tem 15 mil metros quadrados feito em puro concreto, a  obra é inspirada na Baia da Guanabara e nas bromélias do Jardim Botânico. O edifico foi inaugurado em 17 de dezembro de 2015. 

O Conjunto aquitânico inclui o prédio, um conjunto de piscinas, a praça Mauá também revitalizada  e a Escultada de uma estrela de 20 pontas instalada na piscina do museu do artista norte-americano Frank Stella. 




O Globo terrestre na entrada do Museu  é feito com  placas de led e expõem vairas informações ao visitante como áreas de queimadas, de poluição, informações geográficas entre outras.  


A Principal Exposição do museu é permanente e se divide em cinco partes, Cosmo, Terra, Antropoceno, Amanhãs e Nos. 

Imagem relacionada Resultado de imagem para museu do amanhã cosmos

Cosmos: Nesse espaço o visitante a convidado a entra em uma especio de capsula onde é exibido um filme de aproximadamente 8 minutos cujo tema é a formação do universo e da vida em nosso planeta. 


Terra: Nesse espaço exitem 3 cubos de 7 metros de altura por 6 metros de largura, o visitante é levado a refletir sobre quem somos.


Imagem relacionada

No primeiro Cubo é apresentado o planeta terra como um todo já no lado de dentro é mostrado o movimentos que fazem a terra se mover no espaço tempo, como os ventos, os oceanos e o movimento das placas tectônicas.


Imagem relacionada

No segundo Cubo é apresentado a vida desde o seu DNA ate as formas mais complexas de organinos como o ser humano, os animais e as plantas. 


Resultado de imagem para museu do amanha cubos


No terceiro Cubo é apresentado o pesamento humano. 




Antropoceno: É parte do Museu mais interativa quatro painéis de led com mais de 10 metros de altura expõem  vídeos com dados de como o homem tem alterado a geologia do planeta. Os videos questiona o desenvolvimento econômicos/industrial dos últimos seculos e como esse desenvolvimento contribui para a degradação ambiental e humana das sociedades. 


Resultado de imagem para museu do amanha antropoceno


O termo antropoceno foi inventado por Paul Crutzen vencedor do Premio Nobel de Química de 1995, e o seu significado é o ser humano no controle do planeta terra. 



Amanhãs: Nessa parte do Museu é apresentado a vida no futuro e uma questionamento (para onde vamos), o visitante é convidado a interagir com jogos interativos. São treze telas que trazem informações importante e da vida atual e uma perspectiva da vida no futuro mais especificamente daqui a 50 anos. 

Imagem relacionada


Nós: Na ultima parte da exposição o visitante entra numa especie de oca, que representa a casa dos povos indígenas. O objetivo desse espaço é fazer uma reflexão de como a vida moderna tem impactado na vida de diversas sociedades do planeta. Ao centro da oca fica uma peça de madeira indígena chamada Churinga, a peça tem 2 metros de altura muito comum nos povos aborígenes da Oceania. Para esses povos essa peça é uma ligação entre passado, presente e futuro.   


 Imagem relacionada Imagem relacionada





Imagem relacionada


Ao fundo do Museu o visitante pode deslumbra essa vista maravilhosa da baia da Guanabara e a escultura simbolo do Museu do amanha. 


 O MUSEU DO AMANHÃ ESTA ABERTO TODOS OS DIAS A PARTIR DAS 10:00 DA MANHÃ INGRESSOS 20 REAIS (MEIA) 
  
AS TERÇAS A ENTRADA É FRANCA 

MAIS INFORMAÇÕES






Nenhum comentário:

Postar um comentário